O que estão fazendo com Família ? como Igreja não podemos aceitar passivamente

 

Nesta semana a imprensa de todo o Brasil noticiou: “Os casais homossexuais têm os mesmos direitos e deveres que a legislação brasileira já estabelece para os casais heterossexuais. A partir da decisão de hoje do Supremo Tribunal Federal (STF), o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo será permitido e as uniões homoafetivas passam a ser tratadas como um novo tipo de família.”
O que a Bíblia diz sobre tudo o que está acontecendo hoje? A igreja tem cumprido seu papel como SAL DA TERRA E LUZ DO MUNDO, como VOZ PROFÉTICA neste mundo tenebroso? Como nós lideres estamos respondendo a estas questões que afetam diretamente a família? Será estamos prontos para sofrer perseguições por causa das nossas posições muito bem definidas quanto ao homossexualismo?

O apóstolo Paulo escreveu a Timóteo tudo aquilo que estamos vivenciando em nossos dias: “Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes.” (2 Tm 3.1-5)

Como igreja, não podemos aceitar que os princípios da Palavra sejam violados e a vontade daqueles que desejam destruir os valores da família prevaleça. Na Bíblia, não há respaldo para união homossexual. No livro de Levíticos está o que Deus pensa sobre homossexualismo: “Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável; serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles.” (Lv 20.13)

O apóstolo Paulo, escrevendo para a igreja que estava em Roma, descreve uma realidade do seu tempo, bem parecida com a nossa: “...porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém! Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro. E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais,...” (Rm 1.21-30).

Respeitamos o direito de escolher e decidir das pessoas, porém, somos contra tudo aquilo que Deus abomina, tudo aquilo que fere os princípios das Escrituras Sagradas. Não podemos aceitar que no Brasil seja colocado em nós uma “mordaça gay”. É inadmissível aceitar passivamente que os homossexuais sejam tratados como um “ grupo especial” que não pode ser criticado. Se continuar assim, logo irá acontecer no Brasil o que aconteceu esta semana na Inglaterra, onde um pregador foi preso porque afirmou que homossexualismo é pecado. Veja a reportagem no site http://t.co/ivM9sBQ.

A igreja não apoia outro tipo de família que não seja formada por um casal heterossexual. Lemos na Bíblia: “Por isso deixa o homem seu pai e sua mãe e se une a sua mulher...” (Gn 2.24) A PL 122 é uma afronta contra a família, e uma abominação aos olhos do Senhor.
 
Uma criança adotada por um casal de homossexuais, que visão ela terá de família? Se for dois homens, que visão terá de “mãe”? Se for duas mulheres, que visão terá do “pai”? E aquelas que forem geradas a partir de uma “ barriga de aluguel”? O certo é que qualquer família com um pouco de bom senso reprova esse tipo de “união”.

Estamos vivendo o tempo do fim e como nunca precisamos levantar um clamor que traga um avivamento que gera arrependimento nacional a fim de que o Senhor venha e sare a nossa terra. (1 Cro 7.14)

fonte:

3 comentários:

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamada irmã Tânia Regina,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Me alegra o coração saber da sua também disposição em se levantar contra esta vergonhosa proposta aprovada pelo STF.

É importante que cada um de nós se levante sem medo do que poderá nos fazer os homens(?).

É importante que cada um dos verdadeiros crentes em Jesus Cristo, possa ser um ATALAIA, e não aceite de maneira nenhuma esta catástrofe que atingirá a Família, esta constituída por Deus e formada definitivamente conforme o registrado na Palavra de Deus.

Vamos em frente com a bandeira da justiça!

O Senhor seja contigo, nobre irmã!

O menor de todos os menores.

13 maio, 2011
Tânia Regina disse...

A Paz do Senhor amado Pastor Newton.
Obrigado pelo comentário.
Acho que está na hora(aliás já passou da hora né)de gritar e deixar de engolir qualquer tipo de engôdo,confesso que li em seu blog e me senti envergonhada em não falar nada, e como mãe e cristã sinto enjoada de tudo isso, que geração estaremos deixando para nossos netos.E que futuro terão?Temos sim que unir nossas forças e pedir que o Senhor levante uma nação que não aceita ser comandado pelo exército do inimigo e sim o de Deus.
A postagem é outro blog, mais sempre coloco o que concordo e como diz, "faço minhas as palavras".
Obrigado mais uma vez, estou sempre lendo seu blog, pois vejo que continua sendo aquele que não se dobrou e não se dobra diante de baal. Louvo a Deus por sua vida.
Pois és uma benção, um exemplo.
Deus o abençoe, sempre.

Tânia

13 maio, 2011
Pr Jefferson disse...

Quero parabeniza-la pelo belo trabalho aqui exposto, que Jesus lhe abençoe sempre, estou por aqui seguindo-a, quando for possível faça-nos também uma visita e se gostar convido-a a nos seguir também paz seja convosco. http://prjefferson1964.blogspot.com

17 maio, 2011
Ocorreu um erro neste gadget