Notícias da Igreja Perseguida na Índia




Em 2009, ataques a igrejas somam 56 casos em Karnataka

Saiba mais sobre a Igreja Perseguida na Índia

ÍNDIA (22º) - Na noite de 17 de novembro, um grupo de desconhecidos atacou a Igreja de Deus Beersheba de Humanabad, no distrito de Bidar, em Karnataka. Às 3h, pessoas não identificadas invadiram a igreja, arrombaram a porta principal, destruíram janelas e móveis e removeram a cruz do topo do prédio.

A comunidade cristã da igreja Beersheba, 80 fieis liderados pelo pastor de 32 anos, Chandrapa Devadas, informou a polícia de Humanabad e a mídia local sobre o incidente. O comissário N. Sathish Kumar se reuniu com os cristãos e garantiu a investigação e a prisão dos responsáveis em um prazo de três dias, e também uma atenção especial à segurança dos cristãos locais.

Esse é o mais recente em uma série de atos de vandalismo contra um local de culto cristão registrados em Karnataka nas últimas semanas.

Sajan K. George, presidente do Conselho Global de Cristãos Indianos (GCIC), comenta os eventos em Humanabad, dizendo que “a quantidade de incidentes contra cristãos está aumentando em Karnataka e outros estados governados pelo Bharatiya Janata Party (BJP), o que causa um crescimento também na intolerância religiosa”.

Com o ataque em Humanabad, o número de episódios violentos contra igrejas em Karnataka aumentou para 56, somente neste ano.

O presidente do GCIC afirma: “O governo tem falhado em seu dever de proteger as minorias cristãs e pressionar os radicais hindus. Manoj Pradhan, um dos principais instigadores da violência em Kandhamal, deixou claro que eles (do BJP) podem escapar impunes de qualquer coisa, sem ter que enfrentar a justiça”.

do site
Missão Portas Abertas

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget