Heim! Carla Perez: Minha roupa não precisa se converter.

Foi no programa Geraldo Brasil na Record que essa pérola nasceu. A cantora/apresentadora Carla Perez quando indagada a respeito de sua conversão na questão das roupas que usava respondeu ao entrevistador de bate pronto: "Minha alma é que se converteu, minhas roupas não precisam se converter".

Será que é por aí mesmo? Fico aqui me perguntando se isso não legitima a conversão de Alexandre Frota, Gretchen e outros ícones da pornografia gospel. Se a pessoa se converte, logo ela da um giro na sua vida e torna contra o sistema mundo, aderindo o estilo de vida de Cristo que inclui decência. Sendo assim, o bloco de carnaval não pode mais exibir corpos semi nus, coreografias sensuais e músicas de duplo sentido.

Será que basta aderir ao rótulo de crente, frequentar uma igreja, dar o dízimo direitinho e ta tudo resolvido? Não, isso não basta, tem que mudar de atitude. Chega de "bundas gospel", antes rebolava pro diabo, agora rebola pra Gizuz. É preciso ser mais cuidadoso com aquilo que é ministrado aos nossos irmãos. Hoje em dia, rendeu uma boa oferta, vale tudo! Isso não é negociável. Que Deus oriente os pastores desse povo a fazer o que é certo e não o que dá certo.


E no mais... tudo na mais santa paz!


do blog:
marciodesouza.blogspot.com

2 comentários:

Tony Ayres disse...

Tânia:

Segundo a idéia dos reformadores, a conversão não significa que a pessoa tenha que "converter a sua profissão". Um exemplo: Se o Roberto Carlos se convertesse, com certeza, ele seria mais útil ao Reino, continuando a cantar suas músicas românticas para os seus admiradores, a quem, ele realmente daria testemunho de sua fé. Ele não teria de transformar-se em mais um "cantor gospel".

Agora, nos casos que você citou, concordo que não pode valer tudo. Deve haver uma mudança de atitude e um testemunho aos ex-colegas, como no caso dos jogadores convertidos.

Mas a mudança sempre deverá ser de dentro para fora; e nunca o contrário.

Um abraço!

Tony

24 setembro, 2009
GILMARA disse...

Se você prestar atenção ela já não usa mais as roupas de antes e não se comporta também como antes. Mas o que eu gostaria de chamar atenção são das pessoas que vivem 24 hs dentro das igrejas, completamente convertidas, entregues a Cristo (tanto artistas gospel ou pessoas anônimas) é o que elas dizem. Agora veja, vivem criticando os outros e se acham salvos. São um bando de hipócritas, na biblia esta escrito que não devemos ajuntar riquezas e devemos amar ao próximo como a si mesma. Mas o que Jesus vai pensar de pessoas que só vivem criticando os outros e são completamente capitalistas e materialistas, só pensam em ficar rico. A igreja de JESUS é o amor, prefiro viver eternamente nela.

25 setembro, 2009
Ocorreu um erro neste gadget