"SOU COMO A OLIVEIRA VERDEJANTE" Salmo 52:8



Muitas vezes não entendemos a profundidade de apenas uma palavra na Bíblia.
Nossa mente não é capaz de discernir as pérolas escondidas nesse livro tão majestoso.

Lendo o Salmo 52:8, nunca entendi porque Davi queria ser uma oliveira verdejante plantada na casa do Senhor.Mas ao pesquisar esse texto, descobri no contexto histórico que a oliveira nos tempos bíblicos e até hoje servia para produzir quatro tipos de azeite. O azeite era feito em uma grande prensa, composta por uma tora de madeira maciça e quatro pedras. Nela eram depositadas as azeitonas, e em seguida ela era espremida com toda força, extraindo, assim, o primeiro azeite, que era o mais especial, e depois eram extraídos os outros três tipos de azeite.


primeiro azeite. Esse era para ser usado no templo, na unção dos sacerdotes e na adoração ao Senhor. Ele era o mais nobre, o mais especial. O que será que estamos oferecendo ao Senhor? O mais nobre? O mais precioso? Ou será que estamos oferecendo a sobra?

Se quisermos uma unção especial em nossas vidas, precisamos:

a) Dar o melhor para Deus e não a sobra.
b) Nossas atitudes e atos devem ter como objetivo principal glorificar a Deus - 1Coríntios 10:31
c) Nossa vida tem de servir de inspiração para outras pessoas conhecerem a Deus - Mateus 5:16
d) Abrirmos nossos lábios para verdadeiramente glorificarmos a Deus - Salmos 71:8 e João 4:24 - O Pai procura verdadeiros adoradores.


Pr.Marcelo de Oliveira

Extraí esse texto do livro" MENSAGENS QUE TRANSFORMAM"
do Pr.Marcelo de Oliveira do Blog A Supremacia das Escrituras.
Que livro maravilhoso, como edifica, com um conteúdo histórico repleto de informações que nos levam a querer cada vez mais a ler,e ler, e ler, pois a cada leitura temos a certeza de ouvir o Espirito Santo testificando cada palavra. Palavras que vem do Trono do Pai.
Que leitura abençoada.
Pr. Marcelo, Que o Senhor te abençoe a cada dia ,e que outras e outras Obras como essas cheguem cada vez mais em nossas mãos.
Se eu gostei do Livro...
Preciso responder...

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget